Programação

Ecomig_horizontal

Clique aqui
 para visualizar e/ou baixar a programação
completa do 10º ECOMIG. (PDF – 976k)

Abaixo, você confere a programação dos GTs, com respectivos nomes dos autores e seus trabalhos, horários e locais de apresentação:

Programação dos GTs
GT 1 – Linguagens e Narrativas GT 2  – Diversidades, Processos Sociais e Comunicacionais
GT 3 – Comunicação Digital e Interações Comunicativas GT 4 – Estética e Estudos da Imagem

GT 1 – Linguagens e Narrativas
8/11 (quarta) – Sala 117 (Auditório – Prédio 20)
14h às 17h30
Autor Trabalho
Filipe Davison Barboza Carneiro (UFOP) A MEMÓRIA DO TORCEDOR E A SELEÇÃO BRASILEIRA
Thiago Madureira de Alvarenga
(CEFET-MG)
AS VOZES DA ARQUIBANCADA
O ethos discursivo de líderes do passado e do presente da torcida organizada Máfia Azul, do Cruzeiro
Lívia de Pádua Nóbrega (UFMG) FICÇÃO CIENTÍFICA SERIADA OU PRODUTOS MIDIÁTICOS?
Um estudo sobre os mundos imaginados das telas
Lídia Helena da Silva Ferreira (UFOP) MEMÓRIA E NOSTALGIA: Discurso de resistência no jornal A Sirene
Thaís Eleutério (PUC-Minas) O MUNDO PÓS O 11 DE SETEMBRO: As produções de entretenimento como mecanismo de legitimação de estereótipos
8/11 (quarta) – Sala 201 ( Auditório – Prédio 20)
14h às 17h30
Fernando Lopes da Silva
e Daniel Padilha Pacheco da Costa (UFU)
O CONCEITO DE “LIVRO-REPORTAGEM – Suporte editorial, gênero híbrido e subsistema jornalístico
Eliane Grazielle Estevão
(PUC-MG)
IMPEACHMENT, CRISE POLÍTICA E ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2016
Análise das colunas de opinião do portal Folha de S. Paulo
Bárbara Caldeira
(UFMG)
NARRATIVAS DE VIOLÊNCIA, NARRATIVAS VIOLENTAS: reflexões sobre o jornalismo e o assassinato de mulheres em relações de proximidade
Juliane Cristina dos Reis
(PUC-MG)
ORGANIZAÇÕES NO CONTEXTO DO CAPITALISMO COGNITIVO:
reflexões sobre o discurso do trabalho em uma startup de Belo Horizonte- MG
Aline Monteiro Homssi
(UFOP)
DO BLOG PARA AS PÁGINAS DO LIVRO
Mudanças da narrativa digital para o impresso
9/11 (quinta) – Sala 213 ( Prédio Principal)
14h às 17h30
Marco Túlio Pena Câmara
(CEFET-MG)
“FOI UM RIO QUE PASSOU EM MINHA VIDA”: A cobertura do jornal O Tempo sobre a tragédia de Bento Rodrigues
Dayana Cristina Barboza Carneiro
(UFOP)
A RUPTURA DA BARRAGEM DE FUNDÃO COM UM ACONTECIMENTO DISCURSIVO
A emergência de novos dizeres possíveis na fanpage da Samarco a partir da desestabilização da memória discursiva
Rafael Barbosa Fialho Martins
(UFMG)
QUANDO CASOS DE VIOLÊNCIA VIRAM CASOS DE FAMÍLIA
A Lei Maria da Penha em um talk show popular
Naiara Alexsandra Lessa Meneses Belato
(CEFET-MG)
NARRATIVAS DOS ATINGIDOS PELA BARRAGEM DA SAMARCO NA MÍDIA
Luciana Rodrigues d’Anunciação
(CEFET-MG)
O ETHOS DISCURSIVO DAS “MULHERES NO METAL”
9/11 (quinta) – Sala 215 ( Prédio Principal)
14h às 17h30
Luciana Gomide Vieira
(UFV)
A NARRATIVA CULINÁRIA DE PAOLA CAROSELLA: Uma análise discursiva
Douglas Edson Fernandes
(PUC-Minas)
A CONSTRUÇÃO DO OUTRO NA MEDIAÇÃO DO QUADRINHO DOCUMENTAL: a representação dos afegãos em O Fotógrafo
Elaine Pereira de Souza
(CEFET-MG)
TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO A PARTIR DO YOUTUBE: Fidelidade, desvio e identidade
Flávia Pereira Dias Menezes,
Leila Marli de Lima Caeiro
e Sônia Miranda de Oliveira (CEFET-MG)
O PAPEL DA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA
NA INSTITUIÇÃO PÚBLICA


GT 2 – Diversidades, Processos Sociais e Comunicacionais
8/11 (quarta) – Sala 314 ( Prédio 20)
14h às 17h30
Autor Trabalho

Mariana Gonçalves
(UFOP)

“BELA, RECATADA E ‘DO LAR'”: a crítica de mídia e reverberações a partir do perfil de Marcela Temer em Veja
Julia Ester de Paula
e Leonardo Santa Inês Cunha
(UFMG)
A VIRADA PRAGMÁTICO-LINGUÍSTICA NA TEORIA CRÍTICA: autonomia e intersubjetividade como base para a construção do sujeito político em Habermas
Laura Antônio Lima
(UFMG)
A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM PÚBLICA DE MICHEL TEMER: análise preliminar de Veja e Carta Capital durante o impeachment
José Henrique Pires Azevedo
(UFMG)
ABJEÇÃO E AS EXPERIÊNCIAS DE SOROPOSITIVIDADE: Capas da Veja e Galileu na conformação do que é viver com HIV/Aids
8/11 (quarta) – Sala 402 (Prédio 20)
14h às 17h30
Lizainny Queiróz
(CEFET-MG)
As novas configurações da família brasileira e suas representações na publicidade
Rogerio Botelho Parra (FUMEC) AERO REPORTAGEM
Eliane Moreira de Souza
e Janaína Maria Bueno
(UFU)
PRESENÇA DE VÍDEO – Elas na TV: Como os livros de telejornalismo abordam a questão da aparência para as profissionais de televisão?
Bianca Dantas Anacleto
(PUC-Minas)
MEMÓRIA E AUDIODESCRIÇÃO
Andrey Ricardo Azevedo
(CEFET-MG)
BASTARDOS DA PUC-RIO: uma voz da diferença em tempos de polarização
Douglas Ferreira
(PUC-MG)
AS INTERFERÊNCIAS DOS BASTIDORES NOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO ENTRE SUBORDINADOS E SUBORDINADORES NO CONTEXTO ORGANIZACIONAL
9/11 (quinta) – Sala 117 ( Auditório – Prédio 20)
14h às 17h30
Gisela Cardoso Teixeira
e Leilane Tolentino Stauffer
(CEFET-MG)
(DES)PERTENCIMENTOS DO FEMININO NA POLÍTICA:  uma análise dos enquadramentos das candidatas Hillary Clinton e Marine Le Pen na mídia brasileira
Nara Bretas
(UFOP-MG)
A MULHER E A HQ: uma reflexão teórica sobre a representação feminina nos quadrinhos
Marcos Maia (CEFET-MG) A REPRESENTAÇÃO DO FEMININO NOS VIDEOGAMES: uma reflexão critica V
Ana Luísa de Castro Almeida , Rebeca Tonidandel Abras e Marcela Vouguinha (PUC-MG) REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO GÊNERO FEMININO: o (re)posicionamento da skol na campanha “Repôster”
Gabriela Barbosa
(PUC-MG)
MEDIAÇÕES DA PRODUÇÃO LITERÁRIA FEMININA: #leiamulheres das redes ao cotidiano
9/11 (quinta) – Sala 201 ( Auditório – Prédio 20)
14h às 17h30
Ana Karina de Carvalho Oliveira
(UFMG)
PODER E CONTRACONDUTA NO CENÁRIO DA PIXAÇÃO EM BELO HORIZONTE
Rafael Pereira Francisco
(UFOP)
DESLOCAMENTO DA FEMINILIDADE EM ELZA E ANNA: Análise fílmica de Frozen
Alessandra Nardini
e Rodrigo Fonseca e Rodrigues
(FUMEC)
A BATALHA DA SANTÊ E O MOVIMENTO HIP HOP EM BELO HORIZONTE – Expressões artísticas periféricas como forma de lazer e de resistência política
Stephanie Borges Boaventura Ferreira de Sousa
(UFMG)
A MISOGINIA NA “REAÇÃO DO OPRIMIDO” – Enquadramentos da violência e tensionamentos no conceito de gênero no site TERF Is A Slur

Pedro Antun Lavigne de Lemos
e Saulo Pedrosa da Fonseca Rios
(UFOP)

LARGO MULHER E FILHOS E/OU EU SOU SER HUMANO
Por uma crítica da crítica à afirmação das subjetividades em detrimento do Nós

GT 3 – Comunicação Digital e Interações Comunicativas
8/11 (quarta) – Sala 408 (Prédio 20)
14h às 17h30
Autor Trabalho
Mariana Alencar
(UFMG)
JORNALISMO CULTURAL NO YOUTUBE – A relação entre fachada e tecnologia a partir do canal Pipocando
Isabela Norton
(UFJF)
CURADORIA DIGITAL DE INFORMAÇÃO – O papel do jornalista-curador V
Erika Cristina Dias Nogueira
(CEFET-MG)
NARRATIVAS DE MULHERES AMBIENTALISTAS NO FACEBOOK

Carolina Nascimento Paschoal Badaró
e Ivo de Jesus Ramos
(CEFET-MG)

“LAVA JATO” – PORTA DOS FUNDOS: UMA ANÁLISE FUNDAMENTADA NA TEORIA DA INTEGRAÇÃO CONCEPTUAL V
Nathalia Bettoni Oliveira
(PUC-Minas)
MIDIATIZAÇÃO E ESPETACULARIZAÇÃO DO PROCESSO DE IMPEACHMENT DA EX PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF – A circulação da hashtag #ImpeachmentDay
8/11 (quarta) – Sala 408 (Prédio 20)
14h às 17h30
Núbia Azevedo (UFOP) AUDIÊNCIAS ATIVAS E FUTEBOL: uma análise das atividades do Corinthians no Facebook
Daniel Fróes Vieira Gomes
(UFOP)
PERCEPÇÃO E EFETIVAÇÃO DAS AFFORDANCES DO TWITTER
Um estudo de caso do perfil da @MídiaNinja
Pedro Vasconcelos Costa e Silva
e Fábio Cezar Marcelino
(PUC-MG)
A MIDIATIZAÇÃO DOS ENCONTROS VARZEANOS
Uma netnografia dos grupos de whatszapp destinados a marcação de jogos amistosos em Belo Horizonte
9/11 (quinta) – Sala 412 (Prédio 20)
14h às 17h30
Daniel Felipe Emergente Loiola
(UFMG)
GLÓRIA A ARSTOTZA – Uma análise de Papers, Please

Rodrigo Campanella Gonçalves Barbosa
e Leylianne Alves Vieira (UFMG)

NÃO HÁ NADA A FAZER, AINDA RESTA ALGO A SER FEITO: ditadura, jogos digitais e memória da tortura no país

Natália Ferraz Menezes
(UFOP)

MERGULHO ALÉM DA FANTASIA
Estratégias de imersão na prática jornalística dos newsgames

Raquel Paixão Rebouças
(UFOP)
DA MESA DE DESENHO AO PHOTOSHOP: A DIGITALIZAÇÃO DO PROCESSO DE EDIÇÃO DE IMAGENS
Admilson Veloso da Silva
(PUC-MG)

MIDIATIZAÇÃO DA VISIBILIDADE NA CULTURA DIGITAL: análise da #Me na ferramenta de publicação efêmera Stories do aplicativo de rede social Instagram

9/11 (quinta) – Sala 413 (Prédio 20)
14h às 17h30
Júlia Pinheiro Benatti
(PUC-MG)
ESTRATÉGIAS TRANSMIDIÁTICAS EM PORTAIS DE ENTRETENIMENTO – uma análise do portal Jovem Nerd
Jeane Caroline de Oliveira Moreira
(PUC-MG)
STORYTELLING NA COMUNICAÇÃO: uma análise de como as organizações estão contando histórias no cenário midiatizado
Luana Viana
(UFOP)

DAS ONDAS SONORAS À WEB
Um panorama brasileiro conceitual e histórico sobre a expansão radiofônica no Brasil

Iana Coimbra
(PUC-MG)

OBJETO TÉCNICO, OBJETO COMUNICACIONAL, OBJETO DIGITAL
Uma discussão sobre o telejornalismo on demand

Fabrícia dos Santos Figueiró
(CEFET-MG)

ENTRE IMAGENS, LINKS E HASTAGS: a publicidade mediada pelo jornalismo de moda no Instagram

GT 4 – Estética e Estudos da Imagem
8/11 (quarta) – Sala 114 (Prédio Principal)
14h às 17h30
Autor Trabalho
Luana Caroline Damião
(UFOP)

MULTITERRITORIALIDADE E O MODO DE EXISTÊNCIA FICÇÃO: aproximações entre as Geografias da Comunicação e a Teoria Ator-Rede

Raphael Parreira e Silva
(PUC-MG)
VOANDO COM MIYASAKI: CARACTERÍSTICAS, CULTURA E SEMIÓTICA NA OBRA DO DIRETOR

Wadson Kaizer de SOUZA
e Vanessa Madrona SALLES
(FUMEC)

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE DISTÂNCIAS E PROXIMIDADES ENTRE CONCEPÇÕES DE ARTE E ESTÉTICA JAPONESA E OCIDENTAL

Priscila Vanti
(CEFET-MG)

PRONUNCIAMENTO EM STREAMING – O discurso político em House of Cards
Luiza de Mello Stefano
(UFJF)

O FLUXO TELEVISIVO MORREU?
Uma análise da reconfiguração da experiência televisiva

9/11 (quinta) – Sala 302 (Prédio 20)
14h às 17h30
Caroline Diamante Pinheiro
(CEFET-MG)
TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA:adaptação entre música e vídeo no videoclipe Sutilmente
Juan Carlos Barrera Quispe
(PUC-MG)
O CINEMA BOLIVIANO E A CRITICA DA SUA MIDIA
Cícero Pedro Leão de Almeida Oliveira
(UFMG)
Os desvios políticos de Renoir em A marselhesa
Carolina Fernandes
(PUC-MG)
SURDEZ, SENSAÇÃO E TELEJORNALISMO – Uma reflexão sobre acessibilidade
Fernanda Ribeiro de Salvo
(PUC-MG)
Espaços ordinários e afetos na cidade: heterotopia fílmica em Avenida Brasília Formosa
Topo